Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Ultimas noticias evangélicas :Grupo gospel pode ser processado por falar contra gays e aborto durante show


Contratados pela escola de ensino médio em Dunkerton, no Estado de Iowa, o grupo gospel Junkyard Prophet deveria dar aos alunos uma breve palestra sobre bullying e a necessidade de os estudantes fazerem as escolhas certas na vida.
Porém, o líder da banda, Bradlee Dean, decidiu fazer uma longa explanação sobre casamento gay, aborto e a necessidade dos jovens casarem virgens.
O diretor da escola, Jim Stanton, disse que o grupo fez um
ótimo show, com uma mensagem “muito forte antiviolência, antidrogas e antiálcool”, mas depois acabou indo “longe demais”.
O baterista Bradlee Dean, que também é pastor, começou dizendo que as meninas deveriam ser submissas aos seus maridos e precisavam casar virgens, caso contrário seus vestidos de noiva estariam enlameados.
Também falou com os meninos presentes sobre a homossexualidade. A banda disse aos alunos que os homens gays morrem, em média, aos 42 anos de idade, por terem “um estilo de vida destrutivo” que “literalmente os mata”. Também criticou artistas como Elton John e Lady Gaga, dizendo que eles promovem “valores corrompidos”.
O grupo exibiu ainda um vídeo contra o aborto e mostrou imagens de fetos abortados. “Você sabia que, até 1973, qualquer pessoa que assassinasse uma criança no ventre poderia ser processada criminalmente?…  Aqui está outro exemplo de infanticídio. Este é o resultado de alguém que matou seu bebê fazendo um aborto”, disse Dean, apontando para as imagens projetadas no telão
Alguns dos alunos presentes alegam terem se sentido ofendidos durante a apresentação e muitos não concordaram com a mensagem. Muitos pais estão pressionando o diretor para que processe o grupo por conta de suas declarações “homofóbicas” e “preconceituosas”.
O diretor afirmou em nota que “(Junkyard Prophet) demonstrou uma intolerância que não está de acordo com as crenças da Escola Dunkerton… Nós vamos promover a tolerância mútua. Vamos continuar  celebrando a diversidade em nosso corpo discente”.
O Junkyard Prophet disse que apenas levou sua mensagem e que já alcançaram mais de 500.000 jovens americanos com seu ministério, visitaram mais de 300 escolas em 22 estados americanos e venderam mais de 40.000 discos ao longo de sua carreira.
A controvérsia em Iowa  rendeu ao grupo um convite para voltar a cidade de Dunkerton e se apresentar em uma igreja evangélica da cidade, onde poderiam falar abertamente para os jovens.
Traduzido e adaptado de Buzz Feed e Washigton Post
Fonte: http://noticias.gospelprime.com.br/

0 comentários:

Postar um comentário